Projetos de T&D em Standby: Transformando Desafios em Oportunidades

[ Se você preferir, pode conferir este conteúdo em vídeo. ]

Muitos de nós já nos deparamos com a frase “Precisamos pausar o projeto”. A princípio, isso pode soar como um alarme negativo, mas, ao adotarmos uma perspectiva mais ampla, percebemos que o standby de um projeto não é um beco sem saída, mas uma oportunidade de refinamento e crescimento.

O Que Leva um Projeto ao Standby?

Várias circunstâncias podem levar um projeto a entrar em modo de espera, como mudanças estratégicas da empresa, restrições orçamentárias, reestruturações internas, problemas operacionais, mudanças no mercado, feedback negativo, baixa adesão ao programa de treinamento e impactos externos inesperados, como crises globais.

Cada uma dessas situações oferece uma oportunidade única para repensar e aprimorar o projeto.

Atitudes a Evitar Durante o Standby

Durante este período, é essencial evitar algumas armadilhas comuns:

  1. Aguardar Passivamente: Mantenha a comunicação constante com os stakeholders, exercendo a escuta ativa – uma habilidade crucial que abordamos no Programa Esmeralda.
  2. Assumir que Nada Mudará: Prepare-se para as mudanças. Se um projeto é pausado, há razões válidas por trás disso.
  3. Engavetar o Projeto: Esteja sempre pronto para a retomada, mantendo o projeto vivo em sua mente e planejamento.

Ações Proativas Durante o Standby

  1. Reavaliação do Projeto: Use este tempo para alinhar o projeto com os objetivos de aprendizagem e as necessidades dos colaboradores.
  2. Preparação de Materiais: Continue produzindo materiais que não serão afetados pela pausa.
  3. Revisão da Estratégia: Analise se a estratégia atual ainda é relevante e considere a inclusão de novos elementos, como e-learning, vídeos e quizzes.
  4. Feedback e Ajustes: Coletar feedback e pensar em melhorias é crucial para a evolução do projeto.
  5. Desenvolvimento da Equipe: Aproveite para treinar e desenvolver sua equipe, explorando benchmarks relacionados ao tema do projeto.
  6. Flexibilidade e Resiliência: Absorva o impacto das mudanças sem resistência, sendo flexível às novas necessidades.
  7. Elaboração do Plano de Retomada: Prepare-se para a retomada com uma estratégia revisada e um cronograma atualizado.

A Importância de uma Abordagem Equilibrada

Durante o standby, manter uma abordagem equilibrada, proativa e sensível às necessidades do cliente e às circunstâncias do projeto é fundamental. Como um profissional proativo e engajado no campo de T&D, entender esses nuances é essencial para transformar desafios em oportunidades de crescimento.

Em resumo, o standby de um projeto não é o fim, mas um momento de pausa estratégica. É uma oportunidade para refinar, repensar e fortalecer o projeto, garantindo que, quando retomado, ele esteja mais alinhado e eficaz do que nunca.

Vamos aproveitar estes momentos para crescer e aprender, sempre olhando para frente!


Este artigo é inspirado na abordagem proativa do Programa Esmeralda, que busca acelerar a carreira de profissionais de T&D como você, que está sempre pronto para encarar novos desafios e expandir seus horizontes profissionais.

Faça sua aplicação para o Programa Esmeralda – Aceleração de Carreira para Profissionais de T&D e seja mentorada por mim. Clique aqui.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + 7 =